O melhor mel do mundo é de Santa Catarina

Fotos: Divulgação

Mel catarinense conquista pela quinta vez o título de melhor do mundo em congresso na Turquia. O mel processado pela indústria Prodapys, de Araranguá, foi considerado o melhor do mundo pela quarta vez consecutiva no 45º Congresso da Associação Internacional das Federações de Apicultores (Apimondia), realizado entre os dias 29 de setembro a 4 de outubro em Istambul.

A Prodapys já tinha participado de três edições anteriores do evento, em 2007 na Austrália, 2013 na Ucrânia e 2015 na Coreia do Sul, onde teve seus méis premiados em todas as edições. A primeira premiação aconteceu em 1979, na Grécia.  A empresa Prodapys é considerada a maior exportadora de mel do Brasil e retorna da Turquia com cinco medalhas.

O mel de melato e o mel claro de sabor suave Ouro, a estrela desta edição, levaram as medalhas de ouro e prata. E o mel âmbar claro e a cera de abelha Prodapys também foram premiados com duas medalhas de Bronze. Ao todo eram quase mil participantes da competição. “É um orgulho para nós catarinenses termos conquistado mais uma vez esse título, isso mostra a qualidade do nosso produto que se apresenta na vitrine mundial,” diz o presidente da Federação das Associações de Apicultores e Meliponicultores de Santa Catarina (Faasc), Nésio Fernandes de Medeiros.

Hoje Santa Catarina conta com quase nove mil apicultores, que na safra 2016/17 produziram oito mil toneladas de mel, um recorde para o estado. A produção catarinense girou em torno de 25Kg por colmeia, enquanto no Brasil essa média fica em 10Kg por colmeia. Essa diferença pode ser explicada pela combinação das condições climáticas, o trabalho dos apicultores e o forte trabalho de assistência técnica da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri).

O secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, lembra que a apicultura é um destaque catarinense e que funciona como uma importante alternativa de renda para os produtores rurais. “Mais uma vez o agronegócio catarinense se destaca. Estamos orgulhosos dos nossos apicultores, que desenvolvem uma atividade muito importante também para o meio ambiente”.

Colaboração: Ana Ceron / Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca

COMPARTILHAR