Preço do gás de cozinha aumenta 6,9%

Foto: Daniel Búrigo / Clicatribuna

O Grupo Executivo de Mercado e Preços – Gemp da Petrobras anunciou novo reajuste no preço do gás liquefeito de petróleo – GLP para uso residencial. Nesta semana, os valores do botijão de 13 quilos sofrem um aumento, em média, de 6,9%. Essa é a segunda alta só neste mês.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Revendedores de GLP de Santa Catarina – Sirgas/SC, Fernando Bandeira, o reajuste implica diretamente no aumento do preço final ao consumidor. “Isso impacta os distribuidores e consequentemente os consumidores finais. Com o reajuste, o consumidor pagará em média R$ 4 a mais”, aponta.

No início de setembro, a Petrobras já havia anunciado aumento de 12,2% no preço do botijão de gás. A justificativa da companhia é que os estoques muito baixos somados aos impactos do furacão Harvey na maior região exportadora mundial de gás liquefeito de petróleo, nos Estados Unidos, incidiriam em reajuste.

O consumidor pode se preparar para ter que desembolsar ainda mais pelo gás de cozinha nos próximos meses, conforme Fernando. “A situação é preocupante, pois no dia 5 do próximo mês a companhia já anunciou que haverá outro aumento, padronizado pelo preço do combustível internacional”, finaliza ele.

Colaboração: Bárbara Barbosa / Clicatribuna

COMPARTILHAR