Cadastramento para saque do FGTS inicia segunda-feira

Foto: Divulgação

O Auditório Vilso Savaris, anexo ao Paço Municipal de Treviso, começa a receber na próxima segunda-feira (11) os moradores para o cadastramento prévio necessário à realização do saque ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A liberação dos valores foi autorizada pelo Governo Federal devido ao vendaval que atingiu a cidade no dia 8 de junho deste ano e destruiu casas, empresas e órgãos públicos.

Uma equipe de funcionários da Prefeitura de Treviso passou por um treinamento da Caixa Econômica Federal para atender a população na próxima semana. “Nesse treinamento a Caixa passou todos os detalhes sobre a verificação de documentos e informações que será realizada no cadastramento. Estamos aptos a atender os moradores, realizar o processo para que eles possam fazer os saques e elucidar possíveis dúvidas”, comenta Vinicius Pasquali, coordenador municipal da Defesa Civil. O atendimento à população ocorrerá no horário das 8h ao meio-dia e das 13h às 16h, de forma organizada de acordo com os meses de nascimento, conforme a seguinte tabela:

  • 11/09 – nascidos em Janeiro, Fevereiro e Março
  • 12/09 – nascidos em Abril, Maio e Junho
  • 13/09 – nascidos em Julho, Agosto e Setembro
  • 14/09 – nascidos em Outubro, Novembro e Dezembro.

Os moradores deverão ter em mãos a cópia de todos os seguintes documentos: Identidade, CPF e Número do PIS; Comprovante de residência anterior ao dia 8 de junho de 2017, entre 08/02/2017 a 07/06/2017; Cópia da carteira de trabalho das páginas: – Identificação do trabalhador (página da foto e qualificação civil); – Número do PIS; – Contratos de trabalho registrados na Carteira de Trabalho e anotações gerais, se houver;

Expectativa de aporte de R$ 5 milhões na economia

A estimativa feita pela Caixa Econômica Federal, agente operador do FGTS, é de que aproximadamente 850 pessoas, dos quase quatro mil habitantes de Treviso, possam efetuar saques em suas contas vinculadas. A expectativa da Administração Municipal é de um aporte de R$ 5 milhões na economia. “Apesar de o fato que nos fez conseguir essa liberação ser o episódio triste que vivenciamos no mês de junho, ele será amenizado agora com a liberação destes valores aos trabalhadores. Acreditamos que esse dinheiro circulará aqui mesmo na nossa cidade e contribuirá para o crescimento da economia”, afirma o prefeito Jaimir Comin. “Quero parabenizar à equipe da Prefeitura, coordenados pela Defesa Civil, que à época do vendaval fez todos os processos necessários para conseguir essa autorização do Governo Federal e que agora, junto à Caixa, está organizando o cadastramento dos moradores da melhor forma possível”, complementa o prefeito.

Colaboração: Governo do Município de Treviso 

COMPARTILHAR