Primeiro concurso “A poesia vai de ônibus” seleciona escritores na Amrec

A primeira edição do Concurso Cultural “A Poesia Vai De Ônibus” está sendo realizado para Criciúma e região. Com a parceria da Associação Criciumense de Transporte Urbano (ACTU) e a professora Cristiane Dias, o evento visa fazer conhecidos os escritores da região da Amrec.

De acordo com a professora, a ideia de realizar o concurso surgiu a partir das participações dela em um outro concurso, o “Poemas no Ônibus e no Trem” de Porto Alegre/RS. A escritora foi selecionada por três vezes para o concurso no estado vizinho. Segundo ela, foi de onde inspirou-se para idealizar o concurso cultural na região da Amrec.

“Utilizamos o nome “A poesia vai de ônibus” porque as pessoas vão de ônibus, seja para o trabalho, escola, para os mais diversos compromissos. E o dia de trabalho pode ficar mais agradável se as pessoas se depararem com um cartaz com belas palavras. Sabemos que milhares de pessoas utilizam o transporte urbano em Criciúma, por isso tivemos a vontade de trazer o evento para a região. Todos que usarem o coletivo irão encontrar poemas espalhados pelos carros”, explica Cristiane.

Para participar do concurso o interessado deve entrar no site www.actu.com.br. No endereço haverá um link que direciona para a página do concurso. Cristiane explica que é só fazer o cadastro com os dados pessoais, inserindo também o poema, com 14 linhas, que entrará na disputa cultural. A idade mínima para participar é de 13 anos. Será aceito um poema por pessoa, desde que este seja inédito (que não tenha sido publicado em blogs, livros etc), isto para garantir que quem irá ler veja algo novo.

As inscrições seguem até o dia 31 de outubro de 2017. Depois de inscritos, os poemas serão selecionados, em novembro, por uma comissão julgadora (que será formada por pessoas ligadas a cultura). “Precisaremos de alguns dias para confecção das matrizes adesivas, sendo que no início de dezembro os poemas já estarão colados e circulando nos ônibus”, esclarece a professora.

Ao todo serão 50 poemas selecionados, por isso haverá bastante chance de ser escolhido. “Creio que a premiação maior para o escritor será ter o seu poema exposto dentro do ônibus, que circula todos os dias, com mais de 40 mil pessoas lendo o que ele escreveu”, destaca a idealizadora do concurso.

Ouça a entrevista concedida ao Repórter Marconi:

 

Fotos: Divulgação/Nas escolas

COMPARTILHAR