Metalúrgicos aceitam proposta e afastam greve

Foto: Angelica Brunatto / DN

Após um pleito com votação secreta, os trabalhadores do ramo metalúrgico de Criciúma e região acataram a proposta do Sindicato Nacional da Indústria de Máquinas (Sindimaq) e afastaram a possibilidade de greve na categoria. Ao todo, 72 votos foram favoráveis ao reajuste salarial de 3%, além de 5% no abono, contra 71 que optaram pela greve. “Este valor anual que era de R$ 700 passou para R$ 730”, explica o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Criciúma e região (Sinmetal), Francisco Pedro dos Santos.

As negociações iniciaram em junho, já que a data base da categoria é 1º de julho. Neste período, algumas rodadas de negociações foram realizadas e os trabalhadores estavam em estado de greve. Eles pleiteavam reajuste com o valor do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do período, que foi de 2,6%, mais 3%.

Em toda a região, a indústria de máquinas contempla cerca de 1,4 mil trabalhadores, divididos em seis empresas.

Com Informações do Portal DN Sul

COMPARTILHAR