Julho tem recorde de pontos de queimadas em SC

Foto: Corpo de Bombeiros Militar de SC / Divulgação
- Publicidade -

Julho chega ao fim nesta segunda-feira com recorde no registro de focos de calor em Santa Catarina, isso é, possíveis pontos de queimada, segundo definição do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Ao longo do mês foram detectados mais de 500 focos, a maior quantidade desde que a medição passou a ser realizada, em 1998. No ano passado o número de focos detectados também foi considerado alto.

No programa Bicudo Show conversamos com o Comandante do 14° Batalhão de Xanxerê,  major Walter Parizotto, que alertou sobre o tempo seco que se estendeu ao longo do mês. “Os incêndios são ocasionados por dois fatores: combustíveis secos e umidade baixa. Com as fortes geadas que aconteceram há poucos dias, grande parte da vegetação morreu, principalmente as gramíneas que estão extremamente secas nesse momento devido ao longo período sem chuvas” explica Parizotto.

Ouça a entrevista realizada na manhã desta segunda-feira (31) com Rafael Niero:

COMPARTILHAR