Tigre erra e é derrotado após nove jogos

Luiz Carlos Winck avaliou a derrota fora de casa (Foto: Fernando Remor/Mafalda Press/Estadão Conteúdo)

Depois de nove jogos de invencibilidade na Série B, o Criciúma voltou a provar o sabor amargo de uma derrota. Na noite desta terça-feira, o Tigre enfrentou o Boa Esporte fora de casa e acabou perdendo por 2 a 0.

Com a vitória, o Boa chega à 12ª colocação com 20 pontos, quatro a mais do que o Figueirense, primeiro time dentro da zona da degola. O curioso é que o Criciúma está completamente empatado com o adversário. Ambos tem cinco vitórias, saldo de -2 gols, 16 gols sofridos e 14 marcados.

O jogo

O Boa começou melhor e abriu o placar logo aos sete minutos, em pênalti duvidoso marcado pelo árbitro paranaense Paulo Roberto Alves Júnior, após dividida entre Jocinei e Reis. Fellipe

Mateus cobrou bem e colocou o time da casa em vantagem.
Após o gol, o Criciúma melhorou e passou a criar chances para empatar, mas desperdiçou as jogadas com a falta de pontaria de seus atacantes frente à defesa bem postada do time da casa.

Na segunda etapa, o jogo ficou aberto, com os dois times com espaço para agredir a meta adversária, mas o Boa seguia melhor. Conforme o tempo passava e o gol não saía, o Criciúma ficava mais nervoso e passava a errar ainda mais.

E foi justamente em um desses erros que o Boa se aproveitou para marcar o segundo gol e garantir a vitória. Aos 41 minutos, o goleiro Edson tentou sair jogando rapidamente e tocou a bola nas costa de Diego Giaretta. Antes que o lateral pudesse se virar para dominar, Diones se antecipou e bateu de primeira contra o gol vazio.

Próximos jogos

O Boa volta a campo na próxima sexta-feira, às 20h30, quando enfrenta o Santa Cruz, na Arena Pernambuco, pela 16ª rodada da Série B. O Criciúma recebe o ABC no Heriberto Hulse, no sábado, às 16h30.

COMPARTILHAR