São Joaquim monta força-tarefa para enfrentar possível nevasca

Várias entidades estão reunidas com o propósito de ajudar em caso de danos no município

Fotos: Wagner Urbano/ On Jack
- Publicidade -

Uma reunião foi realizada na tarde de domingo (16), no gabinete do prefeito de São Joaquim, Giovani Nunes, com o objetivo de discutir as previsões de neve e frio intenso para o município a partir desta segunda (17). Várias entidades vão fazer parte da força tarefa, que será coordenada pela Defesa Civil Municipal.

Jeep Clube, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Rotary Clube, Rotaract Clube e hospital estão organizados caso aconteça problemas por causa da neve e do congelamento. O meteorologista, Ronaldo Coutinho, participou da reunião e foi enfático ao afirmar sobre os perigos de canos em residências, explicando que todas as pessoas tem que ficar em estado de atenção.

“Atenção aos turistas que vão subir a serra, é necessários utilizar anticongelante no radiador do carro. Cuidado também com os moradores de rua, pois há risco de hipotermia. Animais também necessitam de cuidado com o frio intenso”, enfatizou Coutinho.

O prefeito explicou a importância de todos estarem preparados caso aconteça imprevistos na cidade. “Nós temos a preocupação de atender o turista, mas também o joaquinense, as famílias carentes, que possam ter algum transtorno. Vamos estar preparados e pedimos que a comunidade esteja preparada caso aconteça uma neve ou congelamento”, salientou.

Atenção redobrada

A geada poderá afetar as culturas tropicais, especialmente a banana, maracujá, plantas ornamentais tropicais e pastagens nativas;

Procurar retardar o máximo que der o transplante de mudas de fumo nas áreas acima dos 300 metros.

Atenção com as máquinas agrícolas e carros em relação à água;

Turistas que vão subir a serra devem usar anticongelante no radiador do carro (caso tenha mais de um ano);

Atenção com formação de gelo nas rodovias, seja por geada intensa ou neve nas áreas altas;

Cuidado com os moradores de rua, pois há risco de hipotermia;

Animais também necessitam de cuidado com o frio intenso.

Colaboração: Wagner Urbano / On Jack

COMPARTILHAR