Sem dinheiro, Festa das Etnias deve ser suspensa

Fotos: Engeplus
- Publicidade -

De sucesso ao receber 155 mil pessoas em 2016 para suspensão nesta temporada. É a realidade da Festa das Etnias, que corre o sério risco de ter sua 29ª edição somente em 2018. “Já tivemos duas reuniões com o prefeito e o poder público não tem condições de ajudar com recursos”, afirma o vice-presidente da União das Etnias, Jorge de Luca. Uma nova e definitiva conversa com o prefeito Clésio Salvaro ocorrerá na próxima segunda-feira. “Mas a tendência é que cancelemos a festa mesmo”, informa.

Mesmo com altos e baixos, a festa vinha se mantendo. No último ano, chegou a receber shows nacionais como Lulu Santos, Anitta e Zezé Di Camargo & Luciano. “Além de verba para completar nosso orçamento, precisaríamos de um parceiro para trazer shows nacionais, uma exigência de alguns presidentes de etnias, mas nenhum interessado apareceu para nos apoiar”, observa de Luca.

O vice-presidente calcula que a União precisaria em torno de R$ 60 mil para equilibrar o custeio e viabilizar o evento. “Tentamos com alguns patrocinadores, o prefeito nos ajudou nessa busca, mas não tivemos sucesso. Estamos a 75 dias da festa e sem essa garantia não teremos condições de fazer a festa”, sinaliza.

Para o presidente da última edição da Festa, a falta de condições da prefeitura para apoiar o evento é reconhecida por todos. “Com tanta prioridade na cidade, não tem como o prefeito repassar esse dinheiro para uma festa”, concorda Cristiano Woyciacoski, da etnia polonesa. “A tendência é que não tenha a festa mesmo pois fazer de qualquer jeito, fazer meia festa não adianta”, conclui.

Com informações do site Engeplus

 

COMPARTILHAR