Programa Identidade Jovem é lançado em Cocal do Sul

Foto: Maria Luiza Da Rolt
- Publicidade -

A vice-prefeita de Cocal do Sul, Cirlene Gonçalves Scarpato, a responsável pelo programa Bolsa Família do município, Jane do Carmo José e a diretora do Samae, Carla Possamai Della participaram do lançamento do Programa Social “ID Jovem” ou “Identidade Jovem”, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em Florianópolis.  O evento foi conduzido pelo Secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, deputado estadual Valmir Comin e pelo Coordenador Estadual da Juventude, Teilor Topanotti.

O programa federal integra o benefício de meia-entrada em eventos artísticos, esportivos e culturais e será inserido na realidade de 190 mil jovens catarinenses, com idade entre 15 e 29 anos. A iniciativa já esta valendo. O jovem ganha ainda por meio do programa, vagas gratuitas ou desconto no sistema de transporte coletivo interestadual. Depois de esgotadas as vagas gratuitas, são reservadas mais duas vagas com desconto de 50% (cinquenta por cento), no mínimo, no valor das passagens.

Este amparo aos jovens é uma maneira de provar o quanto o estatuto Nacional da Juventude está sendo respeitado, na avaliação do Coordenador Estadual da Juventude, Teilor Topanotti, presente no evento. “É uma grande conquista que nos deixa muito felizes. Santa Catarina tem seus jovens contemplados pelo cumprimento do estatuto que acolhe em benfeitorias as nossas atuais e futuras gerações”, pontuou Topanotti.

O Secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, deputado estadual Valmir Comin acredita que o programa vai ampliar consideravelmente a participação dos jovens em eventos com a oportunidade de descontos. “Todos sabem o quanto é difícil estudar e ter recurso para outros momentos de cultura e lazer. Para muitos é muito complicado e às vezes impossível, porém, o benefício de pagar meia entrada favorece quem realmente precisa”, disse ele.

Conforme a vice-prefeita, os jovens de Cocal do Sul para participar do programa é preciso atender alguns critérios. “O programa ID Jovem é destinado para pessoas de família com renda mensal até dois salários mínimos. Além disso, o jovem também tem de estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) ligado à Secretaria de Ação Social do município. Os interessados no benefício podem tirar suas dúvidas em nosso setor com a colaboradora Jane. Nós estaremos à disposição para orientar e encaminhar”, explica.

Colaboração: Governo Municipal de Cocal do Sul

COMPARTILHAR