Filme sobre índios que habitaram a região será gravado em Siderópolis

Foto: Divulgação
- Publicidade -

Com o apoio do Governo de Siderópolis, as matas próximas a encosta da Serra Geral, no interior do município serão cenário para as gravações do curta metragem “Domingos Bugreiro”, que irá contar um pouco da vida dos índios xokleng que habitavam a região e os matadores contratados pelo governo brasileiro para dizimar a população indígena e dar lugar aos imigrantes europeus.

As gravações iniciarão dia 15 de junho e devem durar cerca de quatro dias. O filme terá 20 minutos de duração e seu lançamento será feito no segundo semestre de 2017. “Apesar da história triste sobre a expulsão dos índios da região, é uma honra para Siderópolis poder fazer parte deste projeto. Nossas belezas naturais serão o cenário perfeito para esta obra”, destacou o prefeito Hélio Cesa, o Alemão.

“Domingos Bugreiro”, foi produzido pelo roteirista e ator, Sander Hahn, que já tem quatro curtas na carreira. É baseado em um conto do escritor Leandro de Bona Dias e será rodado na região de São Martinho, interior de Siderópolis. O projeto também tem parceria da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e foi contemplado entre mais de 80 propostas. O escritor e biólogo Marcello Zapeline da Rosa, conhecido por suas obras críticas e educativas sobre meio ambiente, também faz parte da equipe de produção e direção.

Descendentes de índios para atuação no filme – De acordo com os produtores o elenco do filme está praticamente fechado, mas ainda estão contratando pessoas com características indígenas. “Quem for descendente de índios ou bem parecido, queremos que faça parte do projeto”, afirmou Sander, acrescentando que “a adaptação do conto ficou fantástica e depois de finalizado, ‘Domingos Bugreiro’ será apresentado em Siderópolis, em salas de cinema e em festivais nacionais”.

Colaboração: Governo do Município de Siderópolis 

COMPARTILHAR