Governador participa de eventos na região

Foto: James Tavares / Secom
- Publicidade -

O governador Raimundo Colombo cumpre agenda hoje na região, onde vai fazer a entrega da ordem de serviço da estrada de acesso ao Farol de Santa Marta, inaugurar a EEB Prefeito Luiz Carlos Luiz, no bairro Ambrósio, em Garopaba, falar sobre o Fundam 2 para os prefeitos da região e ainda participar dos festejos do aniversário de Tubarão.

Em Garopaba, às 10h30min, ocorre a inauguração da EEB Prefeito Luiz Carlos Luiz, no Ambrósio. Em Laguna, a entrega da ordem de serviço da estrada de acesso ao Farol de Santa Marta será ao meio-dia.

O governador vai à comunidade do Farol de Santa Marta. A obra prevê o asfaltamento do acesso ao Farol, com serviços de terraplenagem, pavimentação, drenagem, obras de arte, sinalização e obras complementares, numa extensão de 2,442 quilômetros. Os serviços serão realizados pela empresa BCL Empreendimentos Ltda., com investimentos na ordem de R$ 3.887.113,08.

Em Tubarão, a partir das 15h, o governador vai apresentar a segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios – Fundam. A apresentação será feita no auditório do Praça Shopping, no Centro de Tubarão, para os 18 prefeitos que compreendem a Associação dos Municípios da Região de Laguna – Amurel.

Ainda em Tubarão, o governador participa das festividades do aniversário do município. Às 18h estará no lançamento, pela prefeitura, do projeto Tubarão 180°, que vai planejar o município para os próximos 33 anos com o objetivo de tornar Tubarão a melhor cidade do Brasil para se viver. Além disso, Colombo participará de assinaturas de atos de investimento na cidade.

Gavazzoni pede exoneração da Fazenda

O secretário estadual da Fazenda, Antônio Gavazzoni, apresentou ao governador Raimundo Colombo ontem o pedido de exoneração do cargo, para cuidar de sua defesa em função de seu nome ter sido citado em delação da empresa JBS.

Colombo lamentou a decisão do secretário Gavazzoni de deixar a pasta, que comandava desde 2013. “Ele foi uma das pessoas mais brilhantes, mais inteligentes, mais dedicadas do governo”, disse o governador.

O governador disse que entende a decisão de Gavazzoni, mas lamenta sua saída porque ele foi uma das pessoas que mais cooperaram com o governo do Estado.

Em nota à imprensa, o ex-secretário afirmou que “apesar de todo meu entusiasmo pelas missões públicas, neste momento não tenho forças para seguir comandando os homens e mulheres de grande capacidade técnica que pertencem aos quadros da Fazenda. Não vou descansar, mas me dedicar a mostrar a cada pessoa que confiou em mim ao longo desses 11 anos que nada do que foi dito por criminosos confessos é verdadeiro”.

Segundo a nota, todos os encontros narrados foram presenciados por terceiros, que testemunharão para esclarecer a verdade. “Na nossa vida tudo tem um limite. A minha enérgica disposição para enfrentar problemas no Estado encontrou o seu: os dois fatos envolvendo questões eleitorais, injustas e improcedentes quando citam meu nome e, por isso, doloridas. Abro mão do foro privilegiado porque nada temo. Agradeço ao governador Raimundo Colombo pela confiança e amizade recíprocas, bem como a todos os colegas de governo”, afirmou.

Com informações do Jornal Diário do Sul

COMPARTILHAR