Ouça: “Um delator sob pressão vende a mãe”, diz Colombo ao falar sobre delação da JBS

Foto: Cristiano Estrela / Agência RBS

O governador Raimundo Colombo (PSD) negou mais uma vez que o pagamento de R$ 10 milhões feito pela JBS para a campanha de reeleição em 2014 tenha sido ilegal. Em um evento em Florianópolis, o governador disse que a delação em que o diretor Ricardo Saud diz ter pago par receber “facilidades na licitação” da Casan foi “unilateral” e que não há “nenhuma prova”. Na declaração, Raimundo Colombo também criticou o pedido de explicações feito pela OAB-SC no último sábado.

Ouça a entrevista na íntegra:

COMPARTILHAR