Prefeitura de Morro da Fumaça admite erro no valor de medicamentos e produtos inutilizados no almoxarifado

Foto: MF Notícias
- Publicidade -

A prefeitura de Morro da Fumaça publicou novamente nesta terça-feira (9) uma Nota Oficial no Jornal Diário de Notícias, de Criciúma, reconhecendo um erro na contabilização dos valores e medicamentos, produtos e materiais inutilizados por mau acondicionamento, prazos vencidos e contaminação. O caso veio a tona no início de janeiro, com a interdição do antigo almoxarifado.

No dia 24 de abril, a secretaria de saúde divulgou que o valor desperdiçado era de R$ 1,3 milhão, mas agora reconhece que o valor é de exatos R$ 301.295,81. “O erro ao multiplicar como caixas ao invés de unidades alterou consideravelmente o valor apresentado”, admite a nota oficial, pedindo desculpas à população pelos transtornos criados ao considerar o equívoco nos valores apresentados e adiantando que a administração municipal está tomando as atitudes cabíveis com a servidora responsável.

A nota ainda explica que o valor apresentado neste momento não considera o que ainda será gasto para dar o destino final destes materiais, nem o ônus real da administração com a nova instalação e adequações para um novo almoxarifado. “De qualquer modo cabe o esclarecimento e o restabelecimento da verdade quanto aos números apresentados erroneamente, ao tempo que lamentamos, independentemente do valor, o prejuízo causado aos fumacenses”, finaliza a nota.

Fonte: MF Notícias

COMPARTILHAR