Todos por Lívia Piuco: menina com leucemia precisa de ajuda para tratamento

Lívia Piuco, moradora de Pedras Grandes, tem apenas 7 anos de idade, e há 29 meses luta contra o câncer. Aos 5 anos, foi diagnosticada com leucemia linfóide aguda philadelphia positivo e, desde então, estava se submetendo a tratamentos como quimioterapia e radioterapia para conseguir a cura.

Porém o resultado do exame do mês passado confirmou a recidiva da leucemia. Com isso, a única chance  para enfrentar a doença é o transplante de medula óssea.

Para ajudar, é preciso se tornar um doador de medula. O processo é rápido, simples e gratuito, além de Lívia, você ajudará outras pessoas que lutam contra o câncer.

Para ser doador de medula, você precisa ter entre 18 e 55 anos completos e estar saudável. Uma pequena quantidade de sangue (5 ml) será colhida de uma das veias, para posterior classificação da medula e anotação no Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea (Redome).

No caso de transplante, será verificada a compatibilidade entre a sua medula e a do paciente necessitado. Se for compatível, serão necessários outros exames. Por isso, é importante que dados como endereço e telefones estejam sempre atualizados.

Para mais informações, entre em contato com Hemosc ou hemocentro mais próximo.

Hemosc Tubarão: (48) 3621-2406

Hemosc Criciúma: (48) 3444-7414

Hemosc Florianópolis: (48) 3251-9712

Hemosc Joaçaba: (49) 3527-2219

Hemosc Lages: (49) 3289-7011

Hemosc Chapecó: (49) 3700-6411

Hemosc Joinville: (47) 3481-7400

Hemosc Jaraguá do Sul: (47) 3055-0454

Hemosc Canoinhas: (47) 3622-6900

Hemosc Blumenau: (47) 3222-9800

COMPARTILHAR