Cocal vacina 57% dos grupos prioritários contra a gripe

- Publicidade -

Em duas semanas de campanha contra a gripe, a Secretaria de Saúde de Cocal
do Sul por meio da Vigilância Epidemiológica vacinou 57% dos grupos
prioritários. Ou seja, das 2.577 pessoas com mais de 60 anos, crianças na
faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29
dias), gestantes, puérperas e trabalhadores da saúde, 1486 já estão
imunizadas.

A campanha teve início no dia 17 de abril. A partir de agora todas as
pessoas que fazem parte dos grupos podem procurar o posto de saúde mais
próximo da sua residência para fazer a vacina.

A meta de Cocal do Sul é vacinar 4.054 pessoas, incluindo os portadores de
doenças crônicas e os professores. Segundo a coordenadora da Vigilância
Epidemiológica, Gilmara Viel as vacinas estão disponíveis em todos os postos
de saúde de Cocal. “A apresentação da carteira de vacinação é indispensável
no momento da vacinação.

Nós estaremos intensificando ainda durante este período a vacina contra o
tétano no intuito de resgatar pessoas não vacinadas ou com esquema
incompleto para o tétano. Será ofertada vacinas contra tétano e difteria
para os grupos maiores de 7 anos e vacinas contra o tétano, difteria e
coqueluche para as gestantes e puérperas”, explica.

O público alvo da campanha contra gripe no Brasil representará
aproximadamente 60 milhões de pessoas. A meta é vacinar, pelo menos, 90% dos
grupos elegíveis para a vacinação.

Quem pode receber a vacina:

Nesta campanha, além de indivíduos com 60 anos ou mais de idade, estão sendo
vacinadas crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade
(4 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o
parto), os trabalhadores da saúde, os povos indígenas, os grupos portadores
de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas
especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas
socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do
sistema prisional. Também estão incluídos para a vacinação, neste ano, os
professores das escolas públicas e privadas.

Mais informações pelo telefone: 3444-6111, enfermeira Gilmara.

COMPARTILHAR