Cantor Belchior morre aos 70 anos

- Publicidade -

O cantor Belchior morreu na noite de sábado (29) aos 70 anos na cidade de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul.

A informação foi divulgada por jornais cearenses e confirmada pelos familiares e pelo governador do Estado, Camilo Santana, que decretou luto oficial de três dias.

Os parentes do músico teriam pedido ajuda das autoridades para custear o traslado do corpo para o Nordeste. A causa da morte não foi divulgada.

Nascido em 26 de outubro de 1947, na cidade cearense de Sobral, Belchior começou a carreira nos anos 70. O disco mais conhecido dele é Alucinação, que contem os hits Velha Roupa Colorida, Como Nossos Pais, A Palo Seco e Alucinação.

Apesar do sucesso e reconhecimento nacional, o cantor passou a última década recluso e sem realizar shows. Nesse período, viveu no Uruguai e em estados do Sul do Brasil.

Belchior abandonou a mulher Ângela para viver com Edna Prometheu, que conheceu no ateliê do amigo Aldemir Martins.

Com o sumiço, enfrentou processos judiciais relacionados a pensões alimentícias de duas filhas e processo trabalhista. Por conta disso, ele teve as contas bloqueadas e não podia mais sacar o que recebia dos direitos autorais das músicas que compôs.

Belchior teve músicas regravadas por diversos ícones da música nacional, como Elis Regina, que fez uma versão de Como Nossos Pais, e Jair Rodrigues, responsável por gravar Galos, Noites e Quintais.

Relembre alguns sucessos de Belchior:

 

COMPARTILHAR